PI 1857 - GOVERNO - DOURADOS ONLINE

De acidentes a homicídio, 12 pessoas perderam a vida no fim de semana em Mato Grosso do Sul

Acidente com v√°rios mortos marcou fim de semana no Estado

Por Mirian Machado em 08/07/2024 às 14:14:05

Doze pessoas perderam a vida entre sexta-feira (5) e domingo (7) em Mato Grosso do Sul. As circunstâncias são de acidentes domésticos, homicídios e acidentes de trânsito. Este último o que chamou mais atenção, pois em dois registros 7 pessoas morreram.

O caso que chocou a população, principalmente da cidade de Rio Brilhante, foi o grave acidente que tirou a vida de 4 jovens amigos com idades entre 17 e 19 anos na madrugada de domingo (7).

Carlos Daniel Marques Silva, Alipio de Oliveira Neto, Alvaro Henrique Quadros Sampaio e Pedro Henrique Oliveira Lopes morreram na hora. Eles estavam em um Fiat P√°lio, voltando de uma festa em F√°tima do Sul, quando o carro invadiu a pista contr√°ria e bateu de frente com uma carreta na BR-163, no KM 300. A suspeita é que o motorista tenha dormido ao volante.

A prefeitura de Rio Brilhante decretou tr√™s dias de luto. Os jovens estão sendo velados no gin√°sio poliesportivo.

Homicídio

Ainda na noite de domingo (7), Elias da Silva Maldonado, de 36 anos, foi assassinado com v√°rios tiros, em frente de sua casa no bairro Coophavila, em Campo Grande.

À polícia, a esposa dele contou que fizeram uma festa em sua casa e pouco antes das 21 horas foram levar os filhos de Elias para casa. Na volta, quando estavam em frente de casa, ela desceu para abrir o portão e a vítima desceu em seguida, quando um carro chegou e um indivíduo passou a atirar em Elias.

De acordo com a mulher, o sobrinho de Elias, de nome João, de 27 anos, foi vítima de homicídio na região do bairro Rouxinóis, e um irmão dele também est√° desaparecido no estado do Rio de Janeiro h√° aproximadamente 2 anos, sendo que j√° foi feita a constatação do óbito.

Ainda conforme a esposa de Elias, ela não sabia de nenhuma desavença do marido. O caso segue em investigação.

Trânsito

Outros acidentes de trânsito marcaram o fim de semana em Mato Grosso do Sul.

(Reprodução, PRF)

Na madrugada de s√°bado (6) tr√™s pessoas morreram também em um grave acidente. Dessa vez, a batida foi entre um Fiat Siena e uma carreta no KM 468, também da BR-163, em Campo Grande.

As circunstâncias do acidente são semelhantes às do outro caso. O carro teria invadido a pista contr√°ria. Com o impacto, os tr√™s morreram esmagados presos às ferragens. As equipes encontraram uma lata de cerveja no Siena. Entretanto, não h√° confirmação sobre embriaguez do motorista.

As vítimas são João Paulo Riquelme dos Santos, Kennedy Anderson Santana e Alairton Fonseca C√°ceres.

Na noite de s√°bado, o ciclista Milton Costa, de 54 anos, morreu atropelado por uma caminhonete na MS-141, em Ivinhema. O motorista do carro fugiu.

A caminhonete e o ciclista seguiam no mesmo lado da via, sentido Ivinhema – Angélica, quando Milton acabou sendo atropelado. A vítima teria sido arrastada por cerca de 70 metros, não resistiu e morreu no local do acidente.

J√° na noite de sexta-feira (5) o motociclista Eronil Carvalho de Assis, de 60 anos, morreu após bater em uma carreta na BR-262 na região do Indubrasil, em Campo Grande.

De acordo com moradores que presenciaram o acidente, a carreta estava no acostamento aguardando para a conversão à esquerda, quando Eronil, que pilotava uma Yamaha 160, chocou-se contra o veículo. O motociclista seria morador da região e não teria observado a carreta aguardando para conversão.

Locutor Renato Cabelo, morreu em √Āgua Clara (Di√°rio Popular AC/Ribas Ordin√°rio)

Em √Āgua Clara, o locutor de r√°dio conhecido na cidade morreu na manhã de sexta-feira após perder o controle da direção e bater contra um pilar de concreto. Ele foi encontrado morto ao lado da motocicleta na calçada de uma padaria.

Renato Cabelo, de 44 anos trabalhava como locutor geral em um supermercado. A morte deixou a cidade abalada, j√° que Renato era uma figura querida na comunidade, conhecido por sua voz marcante.

Acidente doméstico

Na sexta-feira, um acidente doméstico matou Reginaldo Zaniboni, de 43 anos, eletrocutado, enquanto lavava o carro da família em Aparecida do Taboado. A lavadora de alta pressão estava com parte do fio rompido com um reparo feito com fita isolante.

A esposa disse que ele estava descalço e sem camiseta durante a lavagem.

Fonte: Midiamax

Comunicar erro

Coment√°rios