PI 1857 - GOVERNO - DOURADOS ONLINE

Com coleção de hits, RBD inicia temporada de shows em SP e prova ser fenômeno atemporal

O grupo mexicano RBD deu início neste domingo, 12, a temporada de shows em São Paulo.

Por Clezer Gomes em 13/11/2023 às 07:38:58

O grupo mexicano RBD deu início neste domingo, 12, a temporada de shows em São Paulo. A apresentação, que aconteceu no Estádio Cícero Pompeu, o Morumbi, e marca o retorno da banda à capital paulista após 15 anos de hiato, contou com uma sequência de hits, declarações dos cantores ao público – e vice-versa -, nostalgia e muita emoção de ambos os lados. Um fenômeno. Enquanto os fãs foram às lágrimas em canções como “No Pares”, “Sálvame” e “Trás de Mi”, os “rebeldes” se emocionaram ao ver mais de 70 mil pessoas entoando, em uma só voz, os clássicos da telenovela exibida no SBT, bem como as mais “desconhecidas”, o que inclui o tão falado Medley de baladas românticas, composto por "Una Canción", "A Tu Lado", "Quizá" e "Adiós" . Para emocionar ainda mais, a banda encerrou a primeira apresentação da “Soy Rebelde Tour” na capital paulista com a música tema da novela, transmitida pelo SBT, e com direito a uniformes, gravatas aos montes e muita rebeldia.

Repetindo uma iniciativa já vista no Rio de Janeiro, onde a banda se apresentou na quinta e sexta-feira passada, Anahí, Dulce Maria, Maite, Christopher e Christian vestiram figurinos que remetiam às cores da bandeira brasileira e, em alguns casos, traziam o próprio símbolo nacional estampado. A novidade ficou para a declaração “Nunca te esqueci” estampada no icônico camisão da Anahí. Mais uma vez, a eterna Mia Colucci arriscou algumas palavras em português, incluindo uma reclamação bem humorada pelas altas temperaturas: “Que calor, meu Deus”, disse aos risos. Neste domingo, São Paulo registrou registrou o dia mais quente do ano. A maior temperatura máxima absoluta, ou seja, aquela que é medida em apenas um ponto, teve um recorde de 38,5ºC.

Quem também treinou o português foi Christian Chávez: “Mano do céu”, iniciou o cantor aos risos. O cantor fez um discurso encorajador e empoderado ao público e disse ter aprendido a língua pelos brasileiros. “Em outra vida fui brasileiro. Tem uma coisa que fica dentro de mim, uma luz, algo que me conecta muito com vocês. Eu aprendi português há mais de cinco anos, eu fiz por vocês, porque vocês sempre mostraram o amor que têm por mim. Agora, volto com 40 anos e sou eu. Finalmente sou eu”, disse o mexicano, sendo interrompido pelo coro dos fãs: “Christian, eu te amo”. Além do cantor, os outros membros do grupo também tiveram seus momentos de receber declarações do público, com direito a cantoria de parabéns em homenagem a mãe de Dulce Maria, e a chuva de bexigas rosas para Anahí.

Em pouco mais de 2,5 horas de apresentação, Anahí, Dulce Maria, Maite, Christopher e Christian entregaram, show à parte, um espetáculo de carisma, alegria e conexão com os fãs brasileiros. Como em um reencontro de amigos, cantores e o público se completavam em uma “energia quase palpável”, tão forte quanto o fenômeno mundial de 2006, época da criação da banda. “Somos os mesmos, mas agora somos maiores”, disse Anahí em declaração e continuou. “Brasil, vocês são a minha família! Não acredito que eu voltei. Não posso acreditar que estou aqui. Pensei que nunca voltaria a ver vocês e estamos aqui. Sejam felizes, desfrutem a vida e nunca esqueçam de mim”, finalizou a eterna Mia. A banda mexicana se apresentará outras cinco vezes em São Paulo ao decorrer da semana. Contudo, todos os ingressos estão esgotadas na plataforma de vendas oficial.

Fonte: Jovem Pan

Comunicar erro

Comentários