PI 144 - ALEMS - DOURADOS ONLINE
PI 410 - CAMARA - DOURADOS ONLINE
PI 17 - RIO BRILHANTE - DOURADOS ONLINE

Ferrinho contrata marqueteiro de Maluf para campanha de prefeito

Antes mesmo da largada da corrida sucessória do prefeito Alan Guedes, o pré-candidato pelo PSB já cuida do marketing eleitoral

Por Redação em 10/11/2023 às 15:22:54

Ferrinho e Júnior Teixeira, hoje, na Padaria que é o centro nervoso do fuxico político de Dourados (foto: Everaldo Leite)

De um lado, mais de cinquenta anos de malandragem, a boa malandragem da pol√≠tica, com tr√Ęnsito livre em todos os escalões do poder no estado, um eterno "carregador de piano", sem contar o bom exemplo do pai, Renato Lemes Soares, um dos pol√≠ticos mais corretos que passaram pelo legislativo douradense, um dos presidentes do Jaguaribe que deixaram saudades. De outro, nem tantos anos na lida, mas, da mesma forma, mais que malandragem, experi√™ncia pelo know-how familiar adquirido do pai, deputado e prefeito Humberto Teixeira e do tio, uma das maiores raposas pol√≠ticas dos √ļltimos tempos no estado, o deputado Zé Teixeira. Ambos, os personagens da foto que puxam a coluna de hoje, Archimedes Lemes Soares, o Ferrinho, e J√ļnior Teixeira, ex-presidentes da C√Ęmara Municipal, continuam firmes e fortes gastando sola de botina na periferia da cidade de olho na cadeira do prefeito Alan Guedes. Eles garantem que a coisa é séria e que não abrem mão de suas candidaturas nem que a vaca tussa. Ferrinho, pelo PSB de Ricardo Ayache, que este m√™s desembarca em Dourados com sua entourage para inaugurar o maior hospital da Cassems no estado. J√ļnior Teixeira, pelo recém-criado PRD (Partido Renovação Democr√°tica), resultado da fusão do velho PTB com o Patriotas.

Bala na agulha – A√≠ tem. Ferrinho, além de sorrindo à toa por conta da bufunfa que andou ganhando recentemente em corretagens de terra milion√°rias, conta com o apoio da nata do empresariado douradense. E de dirigentes de entidades de classe de peso, sem contar que "no chão", como se diz no jargão pol√≠tico, não perde pra ninguém, pois ninguém como ele tem mais faro para sentir do tal do cheiro do povo. Segue à lista a receita de sucesso de seu √≠dolo pol√≠tico, Paulo Salim Maluf, de acordar cedo e dormir tarde. Ali√°s, falando em Maluf, Ferrinho garante que j√° tem marqueteiro para a campanha. Um profissional cujo nome mantém em segredo, mas que diz ser do time do próprio Maluf, que fez a campanha vitoriosa de Celso Pitta para a prefeitura de São Paulo. J√ļnior Teixeira, assim como Alan Guedes fez para virar prefeito, dissidente do grupo do tio Zé Teixeira, é hoje o homem forte do ex-senador Delc√≠dio do Amaral em Dourados.

Deserção – Falando em Zé Teixeira e as dissid√™ncias de seu grupo pol√≠tico, a mais recente delas deve estar deixando o tão temido parlamentar mais irrequieto ainda. Um de seus mais fiéis escudeiros, José Nunes, presidente da poderosa UDAM (União Douradense de Associações de Moradores), que ouvir falar do capeta, menos de Zé Teixeira. Tudo porque, pré-candidato ao Jaguaribe, Nunes "descobriu" um lote de pré-candidatos a vereador competitivos apoiados por seu Zé, que é tucano, com fichas de filiação no União Brasil, o partido de seu guru Murilo Zauith. Só mais um abacaxi para o ex-governador descascar. Nunes, que tem sido visto constantemente integrando a comitiva do prefeito Alan Guedes, nos mutirões de serviços e entrega de obras na periferia da cidade.

Deserção II – Outra baixa que o deputado Zé Teixeira pode ter em seu time em breve não ser√° menos sentida. A do ex-presidente da C√Ęmara Sidlei Alves, homem forte da senadora Tereza Cristina na região. Tudo por conta do apoio da ex-ministra bolsonarista ao projeto de reeleição do prefeito Alan Guedes, de quem Zé Teixeira é figadal advers√°rio.

Bicho do mato – Acredite quem quiser, mas a hoje simp√°tica ministra do Planejamento e Orçamento da Rep√ļblica, ex-senadora Simone Tebet, apareceu outro dia numa live se definindo como "caipira do mato". Isto, enquanto se empetecava num camarim para mais uma aparição oficial, ao lado de Lula, Janja & Cia. Nada como o aprendizado da refrega de uma campanha presidencial, para orgulho, na eternidade, de papai, também senador Ramez Tebet.

Hortinha – O deputado Vander Loubet apareceu de visual novo na TV. Pelo sorriso que esbanjava, deixou claro para seus eleitores que est√° muito bem de sa√ļde e pronto para a corrida ao Senado. Da√≠, o implante capilar e até uma ajeitada no nariz e na papada. Sua assessoria aproveita para alfinetar o colega de parlamento Geraldo Resende, que recorreu ao mesmo tipo de recurso para uma rejuvenecida b√°sica, mas que se frustrou por conta de uma "geada" que quase mata também seus ralos cabelos brancos. "O do Vander não foi feito no Paraguai", disse à coluna o assessor de Loubet, numa alusão à fama de mão-de-vaca de Resende.

O Pedrossianismo vive! – Filho de peixe, peixinho é. Neto também. O deputado Pedrossian Neto tem feito bonito na Assembleia Legislativa. Só falta assumir, de forma inequ√≠voca, o papel de oposição ao establishment se quiser herdar o trono de Pedro, o avô, até aqui o maior dos governadores dos dois Mato Grossos.

C√≠cero Faria – Um dos decanos da imprensa no Mato Grosso do Sul, com passagem pelos principais ve√≠culos de comunicação do estado, o jornalista C√≠cero Faria est√° internado, em estado grave, no Hospital Universit√°rio de Dourados. Depois de passar por cirurgia para remoção de um c√Ęncer na bexiga e retirada da próstata, contraiu infecção hospitalar e, ontem, uma bactéria, mas tendo uma melhora na manhã desta sexta-feira, j√° estando respirando sem ajuda de aparelhos. Que os colegas se unam em orações.

Fonte: contrapontoms.com.br

Comunicar erro

Coment√°rios