PI 144 - ALEMS - DOURADOS ONLINE
PI 410 - CAMARA - DOURADOS ONLINE
PI 17 - RIO BRILHANTE - DOURADOS ONLINE

Ninho ameaçado: adversários se mexem após boato sobre Marçal no PSDB

Suposto convite a radialista pode implodir PSDB local enquanto outros partidos preparam candidaturas próprias

Por Redação em 27/10/2023 às 11:31:24

Ultimato
Intimado esta semana pelos mais poderosos tucanos do ninho a se decidir sobre a filiação ao PSDB para ser o candidato do partido à Prefeitura de Dourados, o radialista Marçal Filho analisa e reanalisa e como é o seu perfil, ganha tempo para ter uma visão mais ampla do cen√°rio político, que não dever ser visto a partir de uma ótica simplista. Sob pena de se cometer erros prim√°rios, que depois se revelam, esses sim, elementares.

Partido ou governo?
Se o convite é para ser o candidato do governo é uma coisa, e se for isso, o governador Eduardo Riedel deveria participar ativamente das negociações. Ou pelo menos, o seu preposto, o secret√°rio de governo Pedro Caravina. Enquanto isso não acontece, o convite é para ser o candidato do PSDB, portanto, Marçal continua exercendo a arte em que ele é mestre, a de empurrar com a barriga.

Ninho lotado
Se o governador se posicionar a favor do radialista agora, como que fica o compromisso firmado com o atual prefeito Alan Guedes? Compromisso esse sacramentado desde as eleições do ano passado, quando Alan apoiou Riedel no primeiro e no segundo turnos, enquanto teve gente que, para entrar na campanha do segundo turno, precisou de muitos afagos para se decidir, isso depois de conversar com os dois lados da disputa. Valeria a pena para o governo trocar o certo pelo duvidoso, o simples pelo complicado, o de time pelo individualista? É preciso montar base própria para o futuro, não é mesmo senhor governador?

Lei do retorno
Além de todos esses "senões", o radialista deve estar com pulga atr√°s da orelha com relação aos futuros companheiros de partido, caso se decida pelo PSDB. Em se consolidando como candidato do partido, contar√° com o apoio irrestrito e incisivo dos companheiros? Como ser√° o comportamento do deputado Geraldo Resende quando se lembrar do "empenho" de Marçal na sua derrota pra Dona Délia? Da mesma forma, como se comportar√° o vice-governador Barbosinha ao se lembrar da primeira e única caminhada no Parque II, quando Marçal, por infelicidade, torceu o joelho e não pôde mais participar ativamente da campanha...

Como se v√™, se subir na √°rvore o chumbo alcança, se descer o cachorro morde.

Arapuca
Enquanto assiste de camarote as j√° conhecidas embarrigadas de Marçal, o vice se antecipa e, segundo a coluna Antenado apurou, j√° assinou a ficha de volta ao PSDB, reafirmando o seu companheirismo e sua fidelidade ao grupo. Aposta que na última hora, como sempre, Marçal "desiste" e pode sobrar para ele. Aposta também que é o melhor nome para unir os 2 PSDBs, o do governo e o de Reinaldo Azambuja.

V√°lvula de escape
O União Brasil seria outra opção para o radialista, mas aí não teria o apoio do governo e teria que confiar na dupla Murilo/Rose. Em se tratando de Dourados, o grupo de Murilo se confunde com o PSDB. Apesar do afastamento entre o ex-governador Reinaldo e o seu então vice Murilo, basta ver como est√° sendo feita a reconstrução do União Brasil na cidade depois do fiasco na eleição passada pra chegar a essa conclusão. E quem construiria a candidatura pelo União? Todos sabem que Marçal não tem time para isso. Também não tem habilidade política e muito menos disposição de largar seu programa na 94 FM para dialogar com presidentes de partidos e candidatos a vereador.

Novos jogadores
Tudo isso se desenrolando no ninho tucano e adjac√™ncias e no PP o prefeito Alan Guedes segue remando. Vai corrigindo os rumos e aos poucos melhorando alguns aspectos da sua administração, como limpeza, iluminação, coleta de lixo, tapa-buraco. Também aposta na ação social "ao estilo Ari Artuzi", e no Fonplata, como se percebe. Quando tudo parecia céu de brigadeiro pro voo do PSDB com Marçal e Cia, a coisa se complica, o ninho se enche de caciques e pouco índio. Muita conversa de gabinete e pouco povo.

Para complicar mais ainda, partidos que estão fora do "jogo" começam a querer medir a temperatura do eleitor, e com isso, se desenha um cen√°rio com v√°rias pré-candidaturas alternativas. O PT definiu candidatura própria com Elias Ishy ou Tiago Botelho; o Democracia Cristã com Racib Harb; o PV vai de Jeferson Bezerra; o PSB ensaia com Ferrinho; PTB/Patriota vai experimentar Humberto Teixeira Junior. Somando-se ao candidato do PSDB e do PP, serão de seis a sete candidatos. A história recente mostra que em uma situação dessa tudo pode acontecer, basta querer enxergar.

Fonte: Dourados Informa

Comunicar erro

Coment√°rios